ALM Apoio à Cultura

Logomarca? Logotipo?

Logomarca? Logotipo?

Por Rita Loureiro | 16 de agosto de 2013 | Postado em

Essa é uma velha discussão. Livros e mais livros já foram escritos a respeito. A turma do design defende logotipo como único termo correto. O pessoal do marketing, propaganda, clientes…todos usam logomarca.

Logotipo é uma representação gráfica, geralmente composta por um símbolo e uma determinada forma de escrever um nome. Ou seja, junte um símbolo e um nome escrito sempre com a mesma tipia e você tem um logotipo. Às vezes o logotipo dispensa o símbolo, ou melhor, a forma de escrever o nome é ao mesmo tempo tipia e símbolo. Outras vezes, o símbolo se torna tão forte que dispensa a tipia.

Adidas - Logotipo com símbolo e tipia

Logotipo com símbolo e tipia

FedEx - Logotipo sem símbolo

Logotipo sem símbolo

Volkswagen - Símbolo que dispensa a tipia

Símbolo que dispensa a tipia

Etimologicamente, logomarca é uma redundância. Logo vêm do grego logos e significa “palavra, significado”. Acontece que marca vem do alemão marka e significa…”palavra, significado”. Ou seja, logomarca é o significado-significado. Estou ficando um pouco confusa…

A questão é que se você bota o pé numa agência de propaganda, fala com um cliente, conversa com um cara de marketing, 99% deles vão se referir à sua bela logomarca. O termo vêm da utilização da palavra marca, em marketing, para algo maior e mais intangível do que uma simples representação gráfica. Segundo Philip Kotler:

“A arte do marketing é, em grande parte, a arte de construir marcas. Algo que não tenha marca será provavelmente considerado uma commodity, um produto ou serviço genérico. Neste caso, o preço é o que fará a diferença.”

Ao ler este trecho, não consigo deixar de pensar em remédios genéricos e como, quando a doença é séria e existe a possibilidade financeira, as pessoas muitas vezes preferem comprar uma marca conhecida, mesmo que ela seja mais cara, a seu concorrente genérico. A marca conhecida gera confiança.

Remédios genérico e de marca

Mesmo produto, mas qual gera maior confiança?

Mais adiante, Kotler continua:

“Em suma, as marcas são fortes quando seus nomes, na mente do comprador, conotam atributos positivos, benefícios, valores, personalidades e tipos de usuários” (Philip Kotler – Marketing para o Século XXI)

Ou seja, uma marca, se bem construída, agrega valor a um produto ou serviço.

E aí, os puristas que me perdoem, mas o termo logomarca começa a fazer sentido. Logomarca é a representação gráfica, não de uma empresa, produto ou serviço, mas de um conceito de empresa, produto ou serviço.

 

 

Deixe uma resposta

 

55 21 3239-1033

© 2017 ALM Apoio à Cultura.
Todos os direitos reservados